#Resenha A Noiva Devota #2

Oi amigos, hoje tenho mais uma resenha nacional, desta vez de uma parceira aqui do blog. Vou falar um pouco sobre o novo livro da Mari Scotti, que já está em pré-venda no site Amazon. Vmaos lá?
A Noiva Devota - #2 Família Hallinson - Mari Scotti
248 páginas - Amazon
No passado, nascer na família Hallinson era sinônimo de maldição, visto que os homens da família eram condenados a viverem sem amor. Isso foi quebrado quando Octávio e Mical (Montanha da Lua) superaram todos os problemas em nome do amor que sentiam.
Agora, esta dádiva também poderia ser vista como um peso para os filhos do casal, principalmente de Gregório e Samuel. Gregório sendo o primeiro da linha sucessória do Ducado era o alvo preferido das moças em idade de casar, assim como de suas mães. Mesmo sendo o segundo filho, Samuel não passava imune. Mas ambos tinham total liberdade para se casaram por amor, assim como seus pais fizeram.
Samuel que se graduou em Direito, ao contrário do irmão que preferiu seguir a carreira do pai, tornando-se médico, ainda não sabia o que de fato queria para sua vida. Sob a sombra do irmão e principalmente do mito que se tornaram seus pais, a indecisão apertava seu caminho.
De concreto ele tinha que sentia alguma coisa pela bela Isabel Acker, irmã de seu melhor amigo Romoaldo. De saco cheio das aulas de Engenharia Civil, graduação que estava cursando, ele resolve tirar a prova. Jogando as provas para o alto, volta para casa de seus pais para pensar na vida e quem sabe conquistar o coração de Isabel.
Mas seus planos não deram muito certo, e ele acaba sendo envolvido em um escândalo, onde a saída mais honrosa seria casar com Rosalina Acker, a mais nova das irmãs. 
Querendo apenas ajudar a garota que ele conheceu ainda menina, ele não imaginou que sua boa ação se tornaria uma bela dor de cabeça. Agora a mãe de Rosalina, exigia que ele reparasse o dano feito a honra de sua filha. E nada adiantava dizer que não ocorreu nada, pois na sociedade em que vivam, Rosalina estaria marcada para sempre.
Ele que desejava a cunhada, teria que se contentar com a irmã. Como sair deste enrosco? Pois mesmo não querendo o mal de Rosalina, ele também não queria que ela sofresse consequências de algo que nunca existiu.
Rosalina sempre viveu a margem da beleza de sua irmã Isabel, ainda mais depois que ela entrou em idade de se casar. Com um pequeno defeito na perna, e com o corpo mais cheio que o da irmã, ela se sentia como o próprio patinho feio, sendo sua irmã o cisne. 
Todos os homens só tinham olhos para sua irmã, e com isso ela aprendeu a se esconder sob os olhos de todos. O único olhar que ela não queria se esconder era de Samuel, por quem se apaixonara ainda menina. Mas quem poderia imaginar que o simples fato de querer aparecer bela para ele fosse gerar uma confusão danada, colocando ambos no altar?
Mesmo sendo seu desejo mais secreto, ela não iria permitir que Samuel fosse obrigado a casar com ela. Ela desejava um casamento por amor. Mas concordou com a proposta dos pais dele em tirarem um mês para se conhecerem, e quem sabe, se apaixonarem.
Não tendo muito o que contestar. Samuel aceita, e cela um acordo com Rosalina que ambos seriam sinceros no final e seguiriam seus caminhos mesmo que separados.
O que ninguém imaginava era que ele tinha intenção de neste tempo conquistar o coração de Isabel. Sem vergonha, eu sei. E de início fiquei com raiva dele, mas confesso que logo passou.
Samuel não contava era que Rosalina estava aos poucos conquistando um lugar próprio. Ela ganhou de cara os pais e a seu irmão. Aliás, ele morria de ciúmes dela com seu irmão. Na verdade, ele não estava gostando das confusões que seus sentimentos estavam metido.
Confuso, inseguro e totalmente perdido, ele acaba vendo a própria Rosalina colocando um ponto final no relacioamento deles. Agora com a liberdade em mãos, ele queria apenas uma coisa, Rosalina. Mas como fazê-la acreditar no seu amor, quando ele mesmo não tinha acreditado? Era hora de mostrar que ele tinha crescido e que era o homem que seus pais criaram para ser. Ele seria o homem que Rosalina merecia ter. Ela não precisava se contentar com qualquer coisa. Ela tinha sim direito a ser a única no coração de alguém. De ser amada pelo que era. Ela não era apenas a segunda das irmãs, ela era única.
Que história bonita. Confesso que gostei mais desta do que a de Octávio e Mical. Tanto Rosalina quanto Samuel sofrem por viverem sob a sombra dos respectivos irmãos. E cada um sofre com uma pressão diferente. Rosalina nunca ligou para títulos como sua irmã. Seu desejo era mesmo casar por amor, ao contrário da irmã que queria apenas nobre para chamar de seu. 
Infelizmente vemos a triste realidade do preconceito com pessoas que nascem com algum tipo de "defeito". Rosalina sofria para esconder que tinha uma perna menor que a outra. Doeu ver isso e saber que ainda hoje as pessoas sofrem por serem "diferentes".
Amei Gregório, irmão mais velho de Samuel. Ele foi muito inteligente e perspicaz, assim como seus pais, em como "conduzir" Samuel a entender a si próprio.
Samuel pode até ser inseguro e nos dar uma certa raiva em alguns momentos. Mas ele é doce, e deseja apenas um amor sincero. Uma pessoa que o ame de verdade. Ele quer ser a primeira e única opção de uma mulher, não um prêmio de consolação. Não tem como ficarmos com raiva dele por muito tempo.
Gostei de ver como os dois foram crescendo na história, e claro, torci muito por eles. Recomendo para aqueles que gostam de um bom romance de época.

Não leu a resenha do livro anterior? Clique abaixo e confira!
#1 - Montanha da Lua


a Rafflecopter giveaway

#Resenha A Noiva Devota #2

Oi amigos, hoje tenho mais uma resenha nacional, desta vez de uma parceira aqui do blog. Vou falar um pouco sobre o novo livro da Mari Scotti, que já está em pré-venda no site Amazon. Vmaos lá?
A Noiva Devota - #2 Família Hallinson - Mari Scotti
248 páginas - Amazon
No passado, nascer na família Hallinson era sinônimo de maldição, visto que os homens da família eram condenados a viverem sem amor. Isso foi quebrado quando Octávio e Mical (Montanha da Lua) superaram todos os problemas em nome do amor que sentiam.
Agora, esta dádiva também poderia ser vista como um peso para os filhos do casal, principalmente de Gregório e Samuel. Gregório sendo o primeiro da linha sucessória do Ducado era o alvo preferido das moças em idade de casar, assim como de suas mães. Mesmo sendo o segundo filho, Samuel não passava imune. Mas ambos tinham total liberdade para se casaram por amor, assim como seus pais fizeram.
Samuel que se graduou em Direito, ao contrário do irmão que preferiu seguir a carreira do pai, tornando-se médico, ainda não sabia o que de fato queria para sua vida. Sob a sombra do irmão e principalmente do mito que se tornaram seus pais, a indecisão apertava seu caminho.
De concreto ele tinha que sentia alguma coisa pela bela Isabel Acker, irmã de seu melhor amigo Romoaldo. De saco cheio das aulas de Engenharia Civil, graduação que estava cursando, ele resolve tirar a prova. Jogando as provas para o alto, volta para casa de seus pais para pensar na vida e quem sabe conquistar o coração de Isabel.
Mas seus planos não deram muito certo, e ele acaba sendo envolvido em um escândalo, onde a saída mais honrosa seria casar com Rosalina Acker, a mais nova das irmãs. 
Querendo apenas ajudar a garota que ele conheceu ainda menina, ele não imaginou que sua boa ação se tornaria uma bela dor de cabeça. Agora a mãe de Rosalina, exigia que ele reparasse o dano feito a honra de sua filha. E nada adiantava dizer que não ocorreu nada, pois na sociedade em que vivam, Rosalina estaria marcada para sempre.
Ele que desejava a cunhada, teria que se contentar com a irmã. Como sair deste enrosco? Pois mesmo não querendo o mal de Rosalina, ele também não queria que ela sofresse consequências de algo que nunca existiu.
Rosalina sempre viveu a margem da beleza de sua irmã Isabel, ainda mais depois que ela entrou em idade de se casar. Com um pequeno defeito na perna, e com o corpo mais cheio que o da irmã, ela se sentia como o próprio patinho feio, sendo sua irmã o cisne. 
Todos os homens só tinham olhos para sua irmã, e com isso ela aprendeu a se esconder sob os olhos de todos. O único olhar que ela não queria se esconder era de Samuel, por quem se apaixonara ainda menina. Mas quem poderia imaginar que o simples fato de querer aparecer bela para ele fosse gerar uma confusão danada, colocando ambos no altar?
Mesmo sendo seu desejo mais secreto, ela não iria permitir que Samuel fosse obrigado a casar com ela. Ela desejava um casamento por amor. Mas concordou com a proposta dos pais dele em tirarem um mês para se conhecerem, e quem sabe, se apaixonarem.
Não tendo muito o que contestar. Samuel aceita, e cela um acordo com Rosalina que ambos seriam sinceros no final e seguiriam seus caminhos mesmo que separados.
O que ninguém imaginava era que ele tinha intenção de neste tempo conquistar o coração de Isabel. Sem vergonha, eu sei. E de início fiquei com raiva dele, mas confesso que logo passou.
Samuel não contava era que Rosalina estava aos poucos conquistando um lugar próprio. Ela ganhou de cara os pais e a seu irmão. Aliás, ele morria de ciúmes dela com seu irmão. Na verdade, ele não estava gostando das confusões que seus sentimentos estavam metido.
Confuso, inseguro e totalmente perdido, ele acaba vendo a própria Rosalina colocando um ponto final no relacioamento deles. Agora com a liberdade em mãos, ele queria apenas uma coisa, Rosalina. Mas como fazê-la acreditar no seu amor, quando ele mesmo não tinha acreditado? Era hora de mostrar que ele tinha crescido e que era o homem que seus pais criaram para ser. Ele seria o homem que Rosalina merecia ter. Ela não precisava se contentar com qualquer coisa. Ela tinha sim direito a ser a única no coração de alguém. De ser amada pelo que era. Ela não era apenas a segunda das irmãs, ela era única.
Que história bonita. Confesso que gostei mais desta do que a de Octávio e Mical. Tanto Rosalina quanto Samuel sofrem por viverem sob a sombra dos respectivos irmãos. E cada um sofre com uma pressão diferente. Rosalina nunca ligou para títulos como sua irmã. Seu desejo era mesmo casar por amor, ao contrário da irmã que queria apenas nobre para chamar de seu. 
Infelizmente vemos a triste realidade do preconceito com pessoas que nascem com algum tipo de "defeito". Rosalina sofria para esconder que tinha uma perna menor que a outra. Doeu ver isso e saber que ainda hoje as pessoas sofrem por serem "diferentes".
Amei Gregório, irmão mais velho de Samuel. Ele foi muito inteligente e perspicaz, assim como seus pais, em como "conduzir" Samuel a entender a si próprio.
Samuel pode até ser inseguro e nos dar uma certa raiva em alguns momentos. Mas ele é doce, e deseja apenas um amor sincero. Uma pessoa que o ame de verdade. Ele quer ser a primeira e única opção de uma mulher, não um prêmio de consolação. Não tem como ficarmos com raiva dele por muito tempo.
Gostei de ver como os dois foram crescendo na história, e claro, torci muito por eles. Recomendo para aqueles que gostam de um bom romance de época.

Não leu a resenha do livro anterior? Clique abaixo e confira!
#1 - Montanha da Lua


a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras