#Resenha De Volta para Casa


Oi amigos, antes de falar do livro propriamente dito, quero dizer que esta é a segunda obra que leio da autora. Assim com  o outro livro (Após a Tempestade), este foi muito difícil deixar a leitura de lado. Decididamente, Karen ganhou mais uma fã.

De Volta para Casa - Karen White
448 páginas - Editora Novo Conceito

"De Volta para Casa" conta a estória de Cassie (Cassandra) Madison, que aos 20 anos viu sua amada irmã fugir com seu então namorado. Humilhada e arrasada, ela decide ir embora para sempre de Walton, uma pequena cidade na Geórgia.
Mudou-se para Nova York e reconstruiu uma nova vida. Na verdade, ela se reconstruiu. Decidiu ser uma nova mulher, não aquela caipira boba que um dia foi. Cassandra renasce requintada, inteligente e respeitada por todos. Ela conseguiu, tinha tudo que queria: um emprego que amava, um noivo que a respeitava e era conhecida e admirada em seu meio de trabalho.
Walton era uma lembrança amarga de uma vida há muito enterrada. Sua única ligação com este passado era seu amado pai. Ela nunca mais voltou para Walton ou falou com sua irmã e seu então marido Joe. Todos os laços foram cortados.
Até que em uma noite, 15 anos depois, o toque do telefone leva Cassandra de volta ao passado. Harriet avisa que o pai está morrendo e quer as duas filhas ao seu lado. Pelo pai, volta para Walton.
Acontece que ela não vai ter que enfrentar apenas a grave doença do pai. Ela também vai ter que enfrentar todos os seus fantasmas que estavam presos em um baú.
Em Walton, Cassandra se vê presa em um turbilhão de emoções e dúvidas. O que aconteceu com a verdadeira Cassie neste 15 anos? Será que tudo o que ela fez, lutou e construiu durante todos este anos valeram a pena?
O amor pelos sobrinhos foi imediato. Lembranças de sua infância ao lado da irmã e dos moradores da cidade a fazem se questionar sobre sua vida. A mágoa diante da traição dupla e o amor por todas aquelas pessoas duelavam em seu coração. Cassie aos poucos começa a se sentir em casa, tão em casa que os primeiros sinais de que Andrew, seu noivo que ficou em NY, pode não ser seu porto seguro. Sam, um amigo de infância tem tudo o que ela sonha, mas que tem medo de perder...
Só que a vida e uma sucessão de perdas e vitórias. Em muitos casos a decisão não está em nossas mãos, ainda mais quando esta decisão diz respeito a vida de outra pessoa. Quando isso acontece, resta aquele que ama, respeitar e apoiar a decisão da pessoa amada. Mesmo que isso signifique morrer um pouco...
Cada um tem seu próprio destino, e como chegar ao ponto final é uma decisão que cada um tem que tomar. Esta decisão sempre afeta as pessoas ao redor, principalmente aqueles que mais amamos e importam.
Quando comecei a ler este livro, confesso que já nutria um certa antipatia por Harriet (irmã de Cassie) e Joe (o então namorado de Cassie). Torcia para que Cassie voltasse e encontrassem os dois amarrados a um casamento triste e sem amor. Mas conforme eu ia lendo, percebi que os dois realmente se amavam, e que Cassie não quis ver ou ouvir o que estes dois tentavam dizer e mostrar. No fim, os três acabaram sendo vítimas de uma situação que ninguém planejou e que ninguém soube como resolver.
Minha antipatia foi de cara para Andrew, o noivo de Cassie. Nossa, que cara... chato!!!!! Ao contrário de Sam, que logo na sua primeira aparição, cativou meu coração e o manteve refém até o final.
Mas como eu disse, a decisão e o destino é de cada um. Os dados foram jogados, façam suas apostas, mas não deixem de ler este livro e ver se Cassie realmente voltou para casa...
Eu só posso afirmar que chorei muito nas páginas finais, e que este livro falou dentro do meu coração.

1 comentários:

  1. Gladys Sena24/9/13

    Rose, minha amiga, esse livro é o meu número, haha.


    Deixa passar esse corre corre da facu, que o lerei.


    Bjo!

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.