#Resenha Um Amor Conquistado #1/3

Oi amigos, hoje voltamos com nossa programação normal de romances de época... Brincadeira!!! Mas a resenha é sim de um romance de época, desta vez nacional. Vamos lá?
Um Amor Conquistado - #1 trilogia Amores - Silvia Spadoni
200 páginas - Pedrazul Editora
Em plena Revolução Francesa e no seio da nobreza que estava sendo ameaçada, Sophia vê sua vida mudar completamente. Nascida em berço de ouro, seus pais, Susanne e Henry, eram íntimos do rei Louis XVI e de Maria Antonieta. Tanto o nobre casal, como toda a nobreza local estavam sendo ameaçados, alvos da revolução que estava em curso. 
Imaginando um terrível desfecho pela frente, sua mãe acaba incumbindo sua madrinha Marguerite de levá-la sã e salva para a Inglaterra, seja da forma que for, sem olhar para trás. Este pedido acabou salvando a vida de Sophia e de sua madrinha.
A vida na Inglaterra nunca foi glamourosa. As duas estavam longe de casa e sozinhas em uma terra muito diferente da delas. Sophia não sentiu tanto, afinal ainda era bebê, mas sua madrinha nunca deixou de contar sobre os horrores que antecederam a fuga delas, nem o que aconteceu aos que ficaram para trás. As duas nunca souberam o que de fato ocorreu com a família de ambas.
Com medo que sua ligação com a nobreza pudesse trazer problemas mesmo ali na Inglaterra, Sophia sempre foi orientada a não falar nada sobre sua antiga vida, ou quem eram seus pais.
Chorou por si, por Susanne, pelos pais de quem não se despedira, pela afilhada tão pequena e indefesa, mas principalmente chorou por ver que seu mundo, o único que conhecia, estava se estilhaçando. Nada mais seria igual, nunca mais.
Agora anos depois de sua fuga, Sophia vê sua vida mudar novamente. Com a morte de sua madrinha, Sophia estava sozinha e precisando trabalhar para se sustentar. O que não era nada fácil para uma mulher sozinha em 1803.
Com a cara e a coragem, além de algumas referências, ela foi até a mansão de Edward, o conde de Buckinngton, para candidatar-se à vaga de preceptora da sobrinha órfã do conde.
Edward sofreu um grande baque quando perdeu não ó o irmão, como também a cunhada. Diante desta fatalidade, ele ficou responsável pela crianção de sua amada e levada sobrinha Louise.
A pequena tinha uma alma aventureira e vivia pregando peças em suas preceptoras, que não compreendiam a garota. Diante de um impasse, Edward deu um ultimato, mesmo que a contragosto, em Loiuse, ou ela começava a respeitar suas preceptoras, ou teria que ser mandada para uma escola para meninas.
Loiuse prometeu de todas as formas tomar jeito, o que seu tio não acreditava muito. É neste contexto que Sophia entra na vida dos dois. Apesar de um primeiro encontro bem confuso, Sophia acaba ficando com o cargo, e mesmo desacreditando, Edward viu uma brusca mudança em sua sobrinha.
Ele que não confiava nos franceses, teve que dar o braço a torcer de que Sophia estava fazendo muito bem para sua sobrinha. Se este lado de sua vida parecia está entrando nos eixos, o seu lado político estava prestes a sair do eixo...
Você sabe, Sophia, eu sou um nobre inglês e abomino a moral francesa.
Convidado a ir para a França como um espião da Coroa, Edward acaba tendo a chance não só de ajudar seu país como também vingar-se daquele que causou a morte de seu irmão e cunhada. Ele só não imaginava que o plano de arranjar uma noiva que lhe desse um álibi forte diante dos franceses, fosse recair sobre os ombros de Sophia.
Sem ter outra alternativa e com o tempo se esgotando, ele acaba aceitando que Sophia faça parte do plano, e ambos vão para a França, ele para descobrir os planos de Napoleão, e ela para descobrir o que aconteceu com seus pais.
Lógico que a presença dos dois em solo francês não foi um mar de rosas, tanto que agora eles estavam fugindo e tentando voltar em segurança para a Inglaterra. Acuados, Edward sabia que se fosse presos, seu inimigo Savoinére não pensaria duas vezes em descontar em Sophia toda sua ira. A morte para ambos seria o menor dos problemas.
Em meio a toda esta confusão, os dois percebem que existem entre eles mais do que admiração e confiança. Resta saber se eles conseguiram escapar e terem a chance de provarem uma vida a dois ao lado da pequena Louise.
A mente enevoada só conseguiu pensar que os braços dele eram o único ligar onde queria sempre estar.
O que mais me chamou atenção neste enredo foi ele ter acontecido basicamente na França, visto que a maioria dos romances de época acontecem na Inglaterra. Gostei dos personagens, em especial de Louise, que é um verdadeiro encanto. Sorte que seu tio Edward a compreendia e teve paciência e inteligência de não querer lhe cortar as asas. Outro ponto positivo foram os fatos históricos reais envolvidos na narrativa. Adoro quando isso acontece. Mostra uma verdadeira pesquisa feita pela autora. O final pode até ter sido um pouco corrido, mas é uma leitura que com certeza vale a pena e que indico para os fãs do gênero.


36 comentários:

  1. Adoro literatura nacional! Gosto de saber do movimento e adorei sua resenha! No meu livro, maior parte do Enredo se passa na França também... O bom da literatura é isso: O autor tem liberdade de levar o leitor para onde quiser!

    Adorei estar aqui novamente!

    Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Nunca li um romance de época, mas vejo que os escritores nacionais estão apostando bastante no gênero, não é?! Adorei tua resenha e fiquei curiosíssima pra ler o livro!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa, e boa são apenas os nossos...
      Bjs Rose

      Excluir
  3. Anônimo18/11/17

    Adoro ler nacionais, mas confesso que romances de época não são meu forte. agora se tratando de uma estória que se passa na França, vale a pena, né? as vezes é bom sair da nossa zona de conforto. Dica anotada!

    https://diariodemaeleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Ótima resenha, me deixou muito curiosa mas confesso que não costumo ler romances de época, não consigo me envolver nas histórias e acabo sempre passando kk
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Rose estou definitivamente morrendo de amores por livros de romance de época e viciada nos livros que tem no wattpad hahahaaha parece ser uma ótima pedida esse e parece ser um sonho conhecer a autora do mesmo, ótima capa e bem linda.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Morgs, bem vinda ao clube dos fãs de romances de época. Não leio no whattpad, mas já vi ótimas resenhas de livros de lá.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  6. Acho que iria curtir bastante a leitura, gostei de saber que se passa na França e depois na Inglaterra e quero muito conhecer melhor a personagem principal.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  7. oiii tudo bem

    eu entrei nessa onda de romance de época e não consigo mais sair HAHAHA esse livro não conhecia irei pesquisar pra conhecer a obra melhor.

    bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sara, bem vinda ao clube. Já tem anos que estou nisso...
      Bjs, Rose

      Excluir
  8. Olá, tudo bom?

    Adoro romances de época e fico ainda mais feliz por ser nacional. É ótimo para mostrar que os nossos autores tem potencial, só precisamos valorizá-los. Gostei muito da premissa, principalmente ao saber que ela mescla a narrativa com fatos históricos reais, pois é uma ótima maneira de contextualizar e aprender mais sobre a época em que a história está inserida.
    Além disso, o velho clichê de relacionamento falso é incrível e eu sempre gosto de vê-los em livros (quando bem construídos), já que nada é melhor do que duas pessoas fingirem estar juntas e depois realmente perceberem que se amam. Fiquei curiosa para conhecer Louise, visto que ela parece ser a melhor personagens mesmo, rs.

    Enfim, adorei a resenha e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wellida, leia sim, vai gostar da trama.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  9. Olá!

    Não curto romances de época, mas que bom que deu uma chance aos nacionais. Vou passar a dica pra minha amiga, super fã do gênero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kamila, eu sempre leio nacionais, de todos os gêneros, não foi apenas uma chance que dei, eu queria mesmo conhecer o trabalho da Silvia, assim como conheço o trabalho de vários outros autores nacionais.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  10. Oi.
    Sendo bem sincera, fiquei sem saber se eu gostei ou não do enredo. Eu adoro história e todos os livros que trazem algum tipo de referência histórica, mas um romance fictício se passando em meio à revolução francesa? Não sei o que pensar, então acho que precisaria ler para formar opinião.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Barbara, não acho tão difícil de acontecer, visto que seria o álibi dele para espionar as coisas... Mas é sempre melhor ler e ver pelos próprios olhos.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  11. Olá Rose!
    Eu amo romance de época e tenho muita curiosidade para ler essa trilogia da Silvia bem como conhecer mais o catálogo da Pedrazul.
    Gostei da ambientação e da narrativa bem descrita espero ler logo.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu também não conheço esse gênero e tenho muito receio de me aventurar por ele, uma vez que não gosto de histórias com um fundo histórico. O que me deixou bastante animado foi saber que se trata de uma obra nacional.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sávio, uma pena que não goste do contexto histórico, eu ao contrário adoro quando pego uma obra assim.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  13. Oi, Rose! Eu adquiri os três volumes dessa série depois de uma resenha. rsrs
    Mas eu fiquei chateada, porque nos e-books tem dois livros que são considerados o volume 2. Pelo menos, lendo sua resenha, dá pra identificar qual é o primeiro. rsrs
    Erros à parte, espero começar a leitura logo. Parece ser uma história bem bacana!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucy, é bem gostosa sim, vale a pena. Eu percebi isso também, e me guiei pelo Skoob.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  14. Oi Rose,
    Que bacana que esse livro acontece, basicamente, na França e não na Inglaterra como estamos acostumados a ver. Achei muito interessante a personalidade de Sophia e fiquei intrigada para saber o que vai acontecer ao longo da trama.
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna, adorei este detalhe também!
      Bjs, Rose.

      Excluir
  15. Juntou tua o que gosto em um livro só. <3 Já vou anotar na minha lista de desejados. Amei sua resenha,ficou ótima.
    Ainda não li um romance de época -tenho muita vontade-, sou apaixonada por romances. Por ser literatura nacional me encantou ainda mais. <3
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, fico feliz em saber. Se gosta de romance, dê uma chance aos de época, vai gostar.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  16. Oi tudo bem? Adorei a resenha e pela premissa já deu pra perceber que eu também vou gostar muito do livro
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jaque, que bom, espero mesmo que leia e goste.
      Bjs, Rose.

      Excluir
  17. Rose, mais um autor nacional para minha lista. Fico muito feliz quando descubro tesouros nacionais e adorei a premissa no livro.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tânia, também adoro conhecer novos atores nacionais.
      Bjs, Rose

      Excluir
  18. Olá Rose, bom...eu não só lá muito de romances, mas ultimamente tenho me deparado com uns muito bons e estou pegando gosto.

    Adorei a dica.

    Abraços

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.