#Resenha Rendição #3/3

Oi amigos, hoje vou finalizar para vocês a Trilogia Surrender que comecei no início de junho. Espero que gostem!
Devoção - #3 Trilogia Surrender - Maya Banks
272 páginas - Editora Quinta Essência
Chessy e Tate estavam casados há anos, e ambos se completavam bem. Enquanto Chessy oferecia sua completa submissão a Tate, ele cuidava para que sua esposa estivesse feliz e segura.
Mas atualmente as coisas não andam bem, e até os amigos já perceberam que Chessy não é mais feliz como outrora. Sua amiga Kylie até chegou a levantar a hipótese de Tate está abusando de sua amiga, mas ela garantiu que os problemas eram outros.
Tate está tentando levar sua empresa sozinho, e por conta disso, Chessy que antes era sua prioridade total, agora é constantemente deixada em segundo plano. Ela não está sabendo lidar com a situação e já chegou a desconfiar de uma amante, mas nem isso lhe deu coragem de abrir o jogo com Tate e dizer o quanto está infeliz.
Ciente que não anda em boa conta com a mulher, Tate prepara uma surpresa para comemorar mais um aniversário de casamento. O problema é que mais uma vez ele deixa o trabalho interferir e Chessy percebe que é preciso dar uma basta.
Tentando fazer a relação ser o que sempre foi, tate organiza uma noite muito especial para Chessy no The House, mas um telefonema fora de hora coloca sua esposa em perigo e separa o casal de vez.
Agora Tate está sozinho e sem o apoio dos amigos. Ele precisará usar de todas as suas armas para provar para Chessy que não há nada mais importante para ele que o seu amor dela. Será mesmo? Afinal ações dizem muito mais que palavras...
Gente do céu, as cenas do The House foram bem complicadas, e por mais que eu pensasse que algo do gênero pudesse acontecer, quando li fiquei meio chocada.
De todos os personagens desta trilogia, Chessy foi a que mais me deixou chateada. Não sou uma conhecedora profunda destas relações de dominação/submissão, mas caramba, precisa tanto drama pelo fato do cara está trabalhando???? Se a relação é tão forte assim,, não caberia uma simples e boa DR (discutir a relação)? Se Tate fazia tudo o que podia para Chessy ser feliz, não vejo como ele ficaria bravo se ela sentasse para uma conversar franca e dissesse o que tanto lhe incomodava. Talvez seja o fato de que ela mesma tinha noção do quão imatura estava sendo.
Mesmo assim gostei do livro e da trilogia. Cada casal tem suas particularidades e todos os personagens foram bem construídos, o que contribuiu para as tramas propostas. Posso até não ter virado fã de Chessy, mas não reclamo do enredo. Para quem gosta do gênero, recomendo a série.

Perdeu as resenhas dos livros anteriores? Então clique abaixo e leia!
#1 Rendição
#2 Submissão
Gostou? Então aproveita!

14 comentários:

  1. eu ainda não li nada da Maya ,então tenho sempre um pé atrás com as histórias dela, não sei até que ponto o erótico dela me agrada
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, não conhecia esta trilogia, gosto mais de policial e thriller mas vou pesquisar mais sobre a autora.
    Gostei da tua resenha.
    https://livrosepapel.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Eu penso com vc
    aquela frase ninguém vive de amor
    mais acho que trabalho demais
    atrapalha realmente um casamento
    principalmente se um fica em casa
    penso que tem que procurar uma felicidade só sua
    um hoopy,um trabalho,um lazer até mesmo filhos
    isso faz com que a solidão pela ausência não seja tão sentida
    adorei seu post bjos

    ResponderExcluir
  4. OI Rose, não é uma série que eu leria. O tema não me chama muita atenção, apesar de já ter lido algo do gênero. Seus problemas com o enredo são justificáveis dentro do contesto da trama. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, Rose!
    Conheço a série apenas por alto, já que a autora e mesmo o gênero não é do meu gosto, fujo demais dos hots, rs. E ainda que o livro tenha lá meus pontos altos como falou, é mesmo chato isso dos relacionamentos que ficam conturbados porque o casal não para para conversar. Tanta coisa que poderia ser resolvida e maus entendidos que poderiam acabar se as pessoas se unissem em um diálogo, mas, né... paciência, fazer o que? Por isso, se ainda fosse ler os livros, provavelmente me irritaria com isso na história também, mas, enfim. Para quem gosta deve ser uma boa dica, apesar disso. Eu, pelo menos, irei deixar passar. Mas ótima resenha. ;)
    Beijos!

    Beijos,
    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br/ ♥

    ResponderExcluir
  6. Olá! Já ouvi muito sobre a autora, mas ainda não conhecia essa trilogia. Não sou muito fã desse tipo de erótico, sabe? Mas pode ser que eu leia algum dia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi amore,

    Nossa como não conhecia essa belezura ainda... que lindeza... capas lindas e os livros parecem ser muito bons também!
    Adorei as escolhas dos quotes!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Acredita que não conhecia essa série? Fiquei bem curiosa apesar de achar essas capas meio bléh! Esse assunto de submissão/dominação não é bem um assunto que goste tanto, mais irei dar uma chance porque gosto de erótico. Que pena que a mocinha de vez enquanto é chata. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oie
    bela resenha, a série em si parece ser muito legal apesar de ser um gênero bem diferente do que eu estou acostumada, mesmo assim, boa dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?

    Não tenho vontade de ler essa autora e, apesar de saber sobre esses livros, eles não me atraem. A história deste parece morna no início e, talvez por eu não acompanhar a trilogia, não entenda o conflito tão bem. Então, a resenha não me envolveu, apesar de estar bem escrita e tudo mais.

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Você resumiu minha opinião sobre essas narrativas aqui "Não sou uma conhecedora profunda destas relações de dominação/submissão, mas caramba, precisa tanto drama pelo fato do cara está trabalhando???? Se a relação é tão forte assim,, não caberia uma simples e boa DR (discutir a relação)?" Eu tenho vários problemas com romances que não sustentam boas motivações. Adoro histórias de casal, odeio as que tem conflitos bobos.

    ResponderExcluir
  12. Ola, tudo bom?
    Me incomodou saber desses pequenos pontos negativos, mas a obra em si parece ser muito interessante, pois adoro romances! Sua resenha ficou muito bem escrita, parabens! Beijos

    https://literarte.blog.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, Rose. Tudo bem?
    Ainda não li nada da Maya Banks, acredita? Essa trilogia me chama atenção, mas sempre acabo deixando pra depois, mas agora vou anotar aqui! Beijos <3

    ResponderExcluir
  14. As capas desses livros estão um amorzinho!
    Embora pareça drama da Chessy, creio que o que a abalou foi a mudança dele. Antes sempre presente, agora, ausente. Bom, Chessy, desculpa te informar, mas isso se chama "relacionamento de anos", rs.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.