Questão de Opinião

Oi amigos, quem acompanha o blog já deve me conhecer um pouquinho e sabe como eu sou fã de futebol e que meu clube de coração é o Tricolor Paulista! Eu não costumo falar muito de futebol e respeito todos os clubes e torcida, mas não teria como evitar falar do que aconteceu ontem no Morumbi.
Caso alguém não saiba, ontem foi a final da Sul-Americana, e o SPFC pegou um time argentino (não vou citar o nome aqui). Em jogo, um título inédito ao clube e a confirmação da volta a Libertadores (já estávamos por conta da classificação pelo Campeonato Brasileiro) grande paixão dos torcedores. Além disso, era a despedida do jogador Lucas.
O SPFC era muito superior tecnicamente e a vitória era tida como certa, mas claro que no futebol com a bola rolando muita coisa muda, exemplo a Copa de 82, onde o nosso Brasil deu show mas não trouxe nada. 
Os argentinos desde o primeiro jogo lá na Argentina mostraram o que realmente queriam, bateram o jogo inteiro, principalmente no segundo tempo, onde o arbitro deixou correr solto. O engraçado, era que o time que mais batia não tinha cartão, enquanto o time que apanhava estava cheio de cartão amarelo. Acho que os astros influenciaram o arbitro na ocasião, vai saber né?
Até então nada de estranho, pois todos estamos cansados de saber como um time argentino joga, ou deixa de jogar quando sente que com bola rolando eles não ganham. O engraçado, é eles virem no país adversário, na casa adversária, e acharem que podem fazer o que bem entenderem. Foi um papelão o que fizeram ontem à noite. Vieram com a intenção de arrumar confusão e com a ajuda do arbitro que deixou a pancada correr durante o primeiro tempo, arrumaram uma das grandes. Não souberam respeitar o público que lotou o estádio (não por causa deles, claro), não respeitaram o adversário que já estava ganhando de 2x0, não respeitaram a camisa do próprio clube e muito menos honraram o país que representavam! Uma palhaçada sem tamanho!
No meio disso tudo, um palco montado para a grande festa do tricolor. Não só o clube, mas a torcida preparou uma festa linda para se despedir de Lucas, o dono da camisa 7. Nos últimos meses, o clube e a torcida deram boas vindas a dois grandes jogadores: Luis Fabuloso e Paulo Henrique Ganso. Ambos foram recepcionados com uma linda festa e estádio cheio. Mas uma festa de despedida como a preparada para o Lucas, eu nunca vi. Estava linda! Placas, faixas, balões, mensagens, fogos, tudo para dizer um até breve para este jovem jogador de 20 anos que conquistou a nação tricolor pelo seu futebol e carisma. Mesmo vendido a um certo tempo para o Paris Saint German, ele continuou jogando pelo SPFC com a mesma garra de sempre. Sem tirar o pé de nenhum lance e jogando todas as partidas. Como a torcida fez questão de dizer, ele honrou a camisa que vestiu e por isso todo aquele amor declarado ao craque.

A missão foi cumprida, ele conquistou o título que tanto queria antes de sua despedida. Saiu de cabeça erguida (e sairia mesmo que o título não viesse),  com a torcida a seus pés e a porta escancarada do time para um quem sabe retorno futuro.
A festa foi grande e emocionante, mesmo com toda a palhaçada do time argentino, que ficou escondido lá no vestiário...
Para completar a festa, os dois gols tricolores foram feitos por conta do Lucas, o primeiro direto dele e o segundo através de uma linda assistência feita pelo craque. Ele ainda levou 2 troféus, como o melhor da partida (e olha que ele apanhou o primeiro tempo todo) e artilheiro da competição

No final de tudo isso, um momento que para mim foi o mais lindo, e diz o quanto este menino é querido, o goleiro Rogério Ceni, ídolo e capitão do tricolor, mostrou porque também é muito querido pelo clube, em vez de levantar a taça de campeão, pois é o capitão que faz isso, chamou Lucas, e além de lhe entregar a faixa de capitão, ainda lhe deu a taça para ser erguida por ele. Um gesto que só mesmo um goleiro da estirpe do RC seria capaz. Nesta hora me emocionei e muito.


Meu coração tricolor dormiu feliz e orgulhoso de toda a festa feita nesta noite tão bonita. Uma pena que o time argentino tentou manchar esta festa, espero que eles sofram as consequências dos atos e sejam punidos nas próximas competições. 
Quanto ao tricolor, uma coisa a ser dita:



E ao craque Lucas:

Desculpem as outras torcidas, mas era inevitável falar da festa de ontem.


a Rafflecopter giveaway

11 comentários:

  1. yassuifortes13/12/12

    Eu não curto futebol...mas parabéns aos que curtem...rsrsrs apesar do dessabores !!!

    ResponderExcluir
  2. Ana Paula Barreto13/12/12

    Nosso time simplesmente arrebentou. Independente da covardia e violência do time adversário, mostramos superioridade em todos os sentidos.
    Rogério Ceni é um ícone, um super exemplo de lealdade e dedicação ao time do coração. Jamais será esquecido. E o Lucas, ah o Lucas, é um jogador excepcional, digno (um dia) de melhor do mundo. O menino tem talento, simpatia, é leal, se entrega de corpo e alma e acredita no que faz.
    Parabéns ao nosso tricolor. E agora sim: O CAMPEÃO VOLTOU!
    Ótimo post, sábias palavras.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana, realmente o nosso tricolor me deixou super orgulhosa! E ano que vem vamos vim com tudo, afinal O CAMPEÃO VOLTOU!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Particularmente não torço para nenhum time. Respeito quem torce, ;)


    Mas uma vez ou outra, assisto algum jogo e já assisti um jogo de um time brasileiro, acho que paulista também, contra um time argentino. Foi pancadaria pura, uma coisa de doido mesmo! Os argentinos se jogavam no chão simulando contusões e faltas, uma verdadeira patifaria!!!!


    Bjo!

    ResponderExcluir
  5. yassuifortes14/12/12

    Mas, não deveria...néh? As pessoas deveriam sim usar o esporte para se divertir e não pra transformar o campo em um campo de guerra!!! Mas. fazer o que!!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Gladys, tem que ter nervos de aço em um jogo contra argentinos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  7. Os dissabores que eu falei que fazem partem não são as brigas que concordo não deveriam existir, aliás, eu costumo falar que os torcedores que brigam nem são torcedores de verdade.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Eu que não sou torcedora já fiquei agoniada, imagina quem é!


    Bjo!

    ResponderExcluir
  9. Até saírem os gols, deu para roer várias unhas.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Virginia de Oliveira14/12/12

    Não gosto de futebol mas respeito muito quem goste, parabéns pelo seu time.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.