Menu

06 julho 2010

Bilhete Escolar


A SPTrans informa que está recebendo os pedidos de Bilhete Único Escolar, utilizado por estudantes e professores de São Paulo, para quem está ingressando no sistema de ensino no segundo semestre de 2010.

Os estudantes que já estavam em curso no primeiro semestre do ano letivo, após a renovação semestral feita pela unidade de ensino, não precisam realizar nenhum tipo de procedimento e poderão adquirir normalmente as cotas de crédito escolar. O benefício será reativado sem custo adicional até o fim deste ano, logo depois que a instituição de ensino enviar a documentação para a SPTrans. 

Os estudantes que ingressaram no segundo semestre do ano devem informar ao estabelecimento de ensino, no ato da matrícula, a intenção de obter o bilhete, para que a instituição possa fazer o cadastro. Após consultar a aprovação dos dados no site da SPTrans, o estudante deve se dirigir a um dos postos credenciados ou fazer o pedido via internet. Para concluí-lo, serão necessários uma foto 3x4 e o pagamento do valor do tipo de bilhete escolar solicitado. 

O Bilhete Único Escolar simples, que tem a foto do estudante e serve apenas para receber créditos a ser usados no transporte coletivo, custa o equivalente a cinco tarifas, o que corresponde a R$ 13,50. O Bilhete Único Escolar conveniado, Umes ou UNE, que também serve como carteira de estudante, custa o equivalente a 13 tarifas, que atualmente correspondem a R$ 35,10. 

Quem tem direito ao Bilhete Único Escolar

Todo estudante que estiver matriculado em curso regular reconhecido pela autoridade de ensino, cuja escola fique no município de São Paulo, e resida a pelo menos um quilômetro da instituição de ensino tem direito ao benefício, que pode ser usado nas três modalidades de transporte coletivo oferecidas na Cidade: ônibus, metrô e trem. 

Atualmente, existem 3,5 mil estabelecimentos de ensino cadastrados que enviam os dados de seus alunos e solicitam o Bilhete Único Escolar para a SPTrans. O número de estudantes beneficiados ultrapassa 800 mil e a expectativa é que mais 100 mil solicitem o cartão no segundo semestre.