#ResenhaDupla Marianas

Não tem nada melhor que poder conhecer novos autores, ainda mais quando são nacionais. Se você é como eu, então aqui está Marianas...
Marianas - A Civilização dos Sonhos - Cherri Filho
192 páginas - Giostri Editora
Quando Rose me enviou esse livro para fazer uma resenha conjunta não pensei que a leitura dele seria completamente diferente do que esperava, imaginava e acreditava. Não vou escrever sobre a história, Rose fará e acredito que não há necessidade de repetir.
De início tudo que pude perceber foi os relatos científicos da pesquisa de Jeremy que não me prenderam nem um pouco, depois que ele está com Lícia pensei que o livro seria algo clichê e que não me convenceria. A rapidez da narrativa também me assustou bastante, mas não é nada que atrapalhe a história. Só que desde o início percebi que apesar do narrador onipresente, onisciente e narrativa indireta trazia o leitor a pensar em algo para depois lá na frente mostrar outro e fazer uma reviravolta.
O clichê se perde bem nesse momento e a reviravolta se torna uma enorme reviravolta que culmina em um final de tirar o fôlego. Que final foi aquele? Parece que passaram por cima de mim com um transatlântico sem eu ter tido o direito de mergulhar.
A história de Lícia é linda, romântica, doce e vai agradar todos que amam livros assim. Há as partes estratégicas de guerra inteligente, não apenas aquelas guerras com mortes (mas há também), mas aquelas bem fundadas no que espera se como resultado, proteção e não morte em demasia.
Nunca li um livro sobre sereias escrito dessa forma, não acredito que alguém possa imaginar o final, porque não há pistas soltas, não há nenhuma brecha que identifique um final da forma como teve.
Gostei da ideia, gostei da forma como tudo ocorreu, tem partes para todos os tipos de leitores, parece que o autor gosta de escrever para todos, e brincar com sua escrita para fazer algo muito bom no final.
Não conhecia o autor, foi um presente a Rose ter enviado para que eu lesse, estou deslumbrada com a história, principalmente o final que foi tão bem fechado e ainda conseguiu deixar o ar de mistério e de continuação no ar. Estou encantada e agradecida! Recomendo para as românticas, para os que amam o mar, amam estratégias, amam a paz e harmonia, e principalmente dá valor a família.
O livro com o final mais tocante que li esse ano!
Esqueça tudo o que você sabe sobre sereias e venha conhecê-las nas Ilhas Marianas, sob o olhar científico de Jeremy. Mas quem seria Jeremy?
Jeremy é desde criança um apaixonado pelo mundo marítimo, e que acredita existir vida semelhante à humana nas profundezas do oceano. Já adulto, e trabalhando como cientista, ele conhece Renato Franchi, que dividi com Jeremy o mesmo entusiasmo e crença nesta teoria que para muitos é bizarra. 
Franchi passa a ser o patrocinador dos estudos de Jeremy. São justamente estes estudos que levam Jeremy para Marianas. Ele acredita que lá encontrará provas da existência deste tipo de vida, mais precisamente, ele acredita que é nas Ilhas Marianas que está localizado a antiga Atlântida, a civilização dos sonhos.
Em um de seus mergulhos, ele acaba sendo salvo por Lícia, uma ariata azul, ou seja, uma sereia. Encantando não só com a beleza de Lícia, como também pela beleza e calma do mundo que está a sua volta, ele que descobrir tudo sobre estes seres e seu modo de vida. Acontece que por conta do passado, humanos não são bem vindos a este mundo.
Uma autorização especial é dada a Jeremy para que ele permaneça com os ariatas azuis, o que deixa Lícia feliz da vida, pois ela está não só encantada, como também apaixonada por Jeremy. Este sentimento é recíproco, apesar de impróprio, o que leva os dois a namorarem em segredo.
Tudo estaria bem senão fossem pelos ariatas vermelhos. Ao descobrirem a existência de Jeremy, eles o sequestram. Enquanto os ariatas azuis espalham o amor, os ariatas vermelhos espalham o ódio, e tem o desejo de dominar os oceanos, sendo seu povo formado por guerreiros.
Por conta disso, nem preciso salientar o quão difícil e perigoso seria o resgate de Jeremy, não é mesmo?
Pois é, então imaginem também, que o líder dos ariatas vermelhos tem um artefato com o qual ele consegue controlar toda a criatura marítima, entre eles os temíveis tubarões, os maiores predadores dos ariatas. Para colocar mais pimenta no enredo, devo avisar que este mesmo líder é apaixonado por Lícia. Acho que vocês já podem imaginar o tamanho do problema...
Por conta do sequestro, uma guerra está acontecendo, e em jogo muito mais que a vida de um humano.
Em um enredo cheio de aventura e fantasia e com doses de amor proibido, navegamos por uma leitura gostosa, onde o autor consegue transmitir ao leitor este mundo existente no fundo do mar.
Gostei do livro, só achei que as coisas aconteceram muito rapidamente, talvez pelo pouco número de paginas. Mas a mensagem de amor ao próximo é passada de uma forma que me deixou satisfeita. Só gostaria mesmo que o tempo dos acontecimentos não tivesse sido tão rápido. Uma ótima opção para quem procura aventura e fantasia.
*Este livro foi recebido em cortesia pelo autor.
a Rafflecopter giveaway

#ResenhaDupla Marianas

Não tem nada melhor que poder conhecer novos autores, ainda mais quando são nacionais. Se você é como eu, então aqui está Marianas...
Marianas - A Civilização dos Sonhos - Cherri Filho
192 páginas - Giostri Editora
Quando Rose me enviou esse livro para fazer uma resenha conjunta não pensei que a leitura dele seria completamente diferente do que esperava, imaginava e acreditava. Não vou escrever sobre a história, Rose fará e acredito que não há necessidade de repetir.
De início tudo que pude perceber foi os relatos científicos da pesquisa de Jeremy que não me prenderam nem um pouco, depois que ele está com Lícia pensei que o livro seria algo clichê e que não me convenceria. A rapidez da narrativa também me assustou bastante, mas não é nada que atrapalhe a história. Só que desde o início percebi que apesar do narrador onipresente, onisciente e narrativa indireta trazia o leitor a pensar em algo para depois lá na frente mostrar outro e fazer uma reviravolta.
O clichê se perde bem nesse momento e a reviravolta se torna uma enorme reviravolta que culmina em um final de tirar o fôlego. Que final foi aquele? Parece que passaram por cima de mim com um transatlântico sem eu ter tido o direito de mergulhar.
A história de Lícia é linda, romântica, doce e vai agradar todos que amam livros assim. Há as partes estratégicas de guerra inteligente, não apenas aquelas guerras com mortes (mas há também), mas aquelas bem fundadas no que espera se como resultado, proteção e não morte em demasia.
Nunca li um livro sobre sereias escrito dessa forma, não acredito que alguém possa imaginar o final, porque não há pistas soltas, não há nenhuma brecha que identifique um final da forma como teve.
Gostei da ideia, gostei da forma como tudo ocorreu, tem partes para todos os tipos de leitores, parece que o autor gosta de escrever para todos, e brincar com sua escrita para fazer algo muito bom no final.
Não conhecia o autor, foi um presente a Rose ter enviado para que eu lesse, estou deslumbrada com a história, principalmente o final que foi tão bem fechado e ainda conseguiu deixar o ar de mistério e de continuação no ar. Estou encantada e agradecida! Recomendo para as românticas, para os que amam o mar, amam estratégias, amam a paz e harmonia, e principalmente dá valor a família.
O livro com o final mais tocante que li esse ano!
Esqueça tudo o que você sabe sobre sereias e venha conhecê-las nas Ilhas Marianas, sob o olhar científico de Jeremy. Mas quem seria Jeremy?
Jeremy é desde criança um apaixonado pelo mundo marítimo, e que acredita existir vida semelhante à humana nas profundezas do oceano. Já adulto, e trabalhando como cientista, ele conhece Renato Franchi, que dividi com Jeremy o mesmo entusiasmo e crença nesta teoria que para muitos é bizarra. 
Franchi passa a ser o patrocinador dos estudos de Jeremy. São justamente estes estudos que levam Jeremy para Marianas. Ele acredita que lá encontrará provas da existência deste tipo de vida, mais precisamente, ele acredita que é nas Ilhas Marianas que está localizado a antiga Atlântida, a civilização dos sonhos.
Em um de seus mergulhos, ele acaba sendo salvo por Lícia, uma ariata azul, ou seja, uma sereia. Encantando não só com a beleza de Lícia, como também pela beleza e calma do mundo que está a sua volta, ele que descobrir tudo sobre estes seres e seu modo de vida. Acontece que por conta do passado, humanos não são bem vindos a este mundo.
Uma autorização especial é dada a Jeremy para que ele permaneça com os ariatas azuis, o que deixa Lícia feliz da vida, pois ela está não só encantada, como também apaixonada por Jeremy. Este sentimento é recíproco, apesar de impróprio, o que leva os dois a namorarem em segredo.
Tudo estaria bem senão fossem pelos ariatas vermelhos. Ao descobrirem a existência de Jeremy, eles o sequestram. Enquanto os ariatas azuis espalham o amor, os ariatas vermelhos espalham o ódio, e tem o desejo de dominar os oceanos, sendo seu povo formado por guerreiros.
Por conta disso, nem preciso salientar o quão difícil e perigoso seria o resgate de Jeremy, não é mesmo?
Pois é, então imaginem também, que o líder dos ariatas vermelhos tem um artefato com o qual ele consegue controlar toda a criatura marítima, entre eles os temíveis tubarões, os maiores predadores dos ariatas. Para colocar mais pimenta no enredo, devo avisar que este mesmo líder é apaixonado por Lícia. Acho que vocês já podem imaginar o tamanho do problema...
Por conta do sequestro, uma guerra está acontecendo, e em jogo muito mais que a vida de um humano.
Em um enredo cheio de aventura e fantasia e com doses de amor proibido, navegamos por uma leitura gostosa, onde o autor consegue transmitir ao leitor este mundo existente no fundo do mar.
Gostei do livro, só achei que as coisas aconteceram muito rapidamente, talvez pelo pouco número de paginas. Mas a mensagem de amor ao próximo é passada de uma forma que me deixou satisfeita. Só gostaria mesmo que o tempo dos acontecimentos não tivesse sido tão rápido. Uma ótima opção para quem procura aventura e fantasia.
*Este livro foi recebido em cortesia pelo autor.
a Rafflecopter giveaway

Editoras Parceiras