Invictus


Oi amigos, semana passada assistir ao filme Invictus que para quem não sabe, é baseado em fatos reais do início do governo de Nelson Mandela. Além de toda a história que o filme conta, o que me chamou e muito atenção foi o poema que Nelson Mandela se inspirava para continuar vivendo principalmente nos anos em que ficou preso. Acompanhem a tradução do poema:

Desta noite que me cobre
Negra como um poço de borda a borda
Eu Agradeço a quaisquer deuses que hajam
Por minha alma inconquistável

Na cruel garra da circunstância
Eu não recuei nem gritei
Sob os golpes da sorte
Minha cabeça está ensanguentada mas não curvada

Além deste lugar de fúria e lágrimas
Surge apenas o horror da sombra
E ainda com a ameaça dos anos
Encontra, e há de encontrar-me, sem temor

Não importa quão estreito o portão
Quão carregado de punições o pergaminho
Eu sou o mestre me meu destino
Eu sou o capitão de minha alma.

William Ernest Henley


Este verso é o que mais chama atenção com certeza: "Não importa o quão estreito seja o portão e quão repleta de castigos seja a sentença, eu sou o dono do meu destino, eu sou o capitão da minha alma"

E você, tem sido dono do seu destino, capitão da sua alma?
a Rafflecopter giveaway

6 comentários:

  1. Érica Lopes23/7/12

    Oi, Rose!
    O filme parece ser muito bom mesmo!
    Gostei do último quote!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Jaqueline Santos23/7/12

    Olá,
    saiu o resultado do Book Tour “Adeus à Humanidade” para o                                       qual você se inscreveu! Veja o resultado!


     


    Beijoos
    e obrigada pela participação!


    Meus livros,
    meu mundo.

     

    ResponderExcluir
  3. Uma maravilha mesmo, e o filme é uma lição de vida, aliás mais uma dada por Mandela.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Oi Jaqueline, adorei a notícia e agradeço a confiança.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Não conheço.

    Bacio, Selene Blanchard

    MODA E Eu

    Modaeeu.blogspot.com

    Espero sua visita

     

    ResponderExcluir
  6. É um filme muito bonito, este poema é um ótimo resumo disso.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.