Estante Nacional #8


Oi amigos, hoje venho falar para vocês de uma livro que recebi de cortesia da Cynthia França, nossa parceira aqui do blog. É o primeiro romance dele, e devo dizer que se este é o primeiro, com certeza ela vai longe. Saiba mais um pouquinho do livro:
 Por Linhas Tortas - Cynthia França:
Sabe aquele velo ditado: “Deus escreve certo por linhas tortas”? Lembrei-me dele conforme ia lendo este livro que logo no início me cativou. Ester nos conta sua vida, e eu em particular conforme ia lendo e conhecendo Ester, ia me sentindo sua Amiga. Aliás me identifiquei muito com ela, e tenho certeza que na vida real seríamos grandes amigas.
No livro você conhece suas dúvidas e incertezas, suas derrotas e vitórias, suas perdas e alegrias. Enfim, você conhece uma vida comum, com altos e baixos. É um livro envolvente, onde você realmente se sente próximo do personagem e vive junto com ele seus dramas diários que poderiam muito bem serem seus próprios dramas. Você torce para que tudo se resolva, para que Ester seja feliz e encontre um amor, assim, do mesmo jeito que torcemos e sofremos por um amigo.
Ester é uma carioca que aos 30 anos sofre uma grande perda, a maior de sua vida, e por conta disso decide depois de um bom tempo, voltar a viver, seguir em frente. Para isso ela volta a estudar e passa em um concurso público, indo morar em Belo Horizonte, onde ela se reencontra com sua própria vida. Com novos desafios pela frente, sozinha, longe da família e amigos, ela volta a se abrir para a montanha russa que é uma vida.
Como eu disse, desde o início senti uma grande empatia com o livro, ele é um desses livros que eu recomendo para todos, mas quando cheguei nas últimas páginas, se existia algum “porém”, ele caiu por terra. O motivo? A música oferecida para Ester. Eu AMO esta música, e ela descreve bem uma etapa da vida da personagem. E para atiçar mais ainda a vontade de vocês de lerem o livro, vejam de qual música estou falando:

Esta música eu tenho no celular, no laptop, no tablet, em tudo que é lugar, sempre a mão. Não disse que eu e Ester nos daríamos muito bem na vida real? Um pouquinho depois desta música, Ester escolhe outra para marcar uma etapa importante de sua vida, e por uma destas coincidências da vida, foi a mesma que eu escolhi para o meu momento. Não vou dizer qual foi o meu momento, para não tirar a graça de quem quiser ler, mas vou por a música para vocês ouvirem:


É por estas e outras que eu recomendo esta leitura. Tenho certeza que vocês vão gostar de conhecer Ester, esta carioca que passou a ser minha Amiga e tenho certeza será de vocês também.
Aproveito ainda para avisar que a autora está com um blog literário novinho, onde ela fala principalmente de livros nacionais. Quem quiser saber um pouco mais, basta visitar o blog A Menina Que Amava Livros. Beijos em todos.





 
 
Aproveitem para participar do Top Comentarista deixando seu comentário


0 comentários:

Postar um comentário

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.