#Resenha O Buraco da Agulha

Oi amigos, hoje tem mais uma resenha de um livro debatido no último Clube de Leitura que eu também fiquei devendo.
O Buraco da Agulha - Ken Follett
336 páginas - Editora Arqueiro
1944 foi um ano decisivo para os rumos da Segunda Guerra Mundial. O tão conhecido Dia D, marco da guerra, é cuidadosamente planejado pelos Aliados, que pretendiam invadir a Normandia, libertando assim territórios dominados por Hitler.
Para que os planos deem certo, eles precisam vender uma situação ilusória a seus inimigos, levando-os a tomarem decisões sem nexo.
O plano é audacioso e simples em sua essência, apesar de gigantesco, não apenas em sua importância, como em sua construção.
As coisas iam bem, até que tudo é descoberto pelo Agulha, codinome do melhor espião de Hitler. Com todas as provas que destruiriam os planos dos Aliados, o Agulha parte em uma viagem desesperada até o ponto combinado de seu resgate, tendo em seu encalço todo o serviço secreto britânico.
Mesmo com o rastro de sangue que Agulha deixa pelo caminho, ele sempre consegue está um passo a frente, até que acaba parando em uma ilha isolada.
Preso na ilha por conta de uma forte tempestade, ele vê seu trabalho ficar nas mãos da bela mulher que mora há anos na ilha. Uma mulher que mexe com seu coração e que acaba ficando no caminho da vitória nazista.
Um enredo ágil e cheio de tensão, com personagens fortes e inteligentes, dispostos a tudo para salvarem seu país.  Leiam sem medo.

A Editora Arqueiro lançou uma edição comemorativa em homenagem aos 40 anos do lançamento da primeira edição do livro O Buraco da Agulha. O livro já foi para nas telonas em uma adaptação feita em 1981, tendo no elenco Donald Sutherland e Kate Nelligan.

1 comentários:

  1. primeiro de tudo desculpe a longa ausência, mas prometo ir me inteirando dos posts feitos, sobre o livro é uma leitura bem intrigante ao que vi pela sua resenha e com certeza uma história de prender o leitor, ótima dica!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Olá meu amigo, deixe sua opinião, ela é sempre bem vinda. Obrigada por visitar o blog.